Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Livro Palavra de Criança’

IMG_20150426_130040162

Tem tempo que o Enzo não aparece aqui no blog. Ele é filho da minha prima Carol Meyer, que está sempre colaborando com o “Palavra de Criança” no Facebook. Para agradecê-la, fiz uma reunião das últimas pérolas desse menino “pilhado”, ou “espevitado”, ou “da pá virada”, para divertir vocês. São pérolas recolhidas pela mãe desse garoto…

Enzo: – Mãe, o que você acha que foi em outra vida?
Carol: – Acho que fui uma cigana bem doida!
Enzo: – Tá, agora você faz papel de dicionário e me explica! =)

Enzo: – Mãe, acho que tô meio “zezé” da cuca! =)

Enzo: – Tem que pedir para esse “São Bento” mandar chuva! =)

Enzo: – Mãe, porque vc só fica parada na praça, tem tanto brinquedo!
Carol: – Ué, Enzo, por que eu não sou mais criança!
Enzo: – É sim, mãe. Vc é criança no coração. (Fofa, essa…)

Enzo: – Mãe, quando vc ficar muito doente eu vou te dar um sino.
Carol: – Por que que eu vou ficar muito doente?
Enzo: – Não sei, mãe, mas quando vc ficar eu vou te dar um sino.
Carol – Por que um sino?
Enzo: – Por que sino é um clássico! Você vai poder me chamar ou chamar meu irmão com o sino.
Carol: – Putz. Eu vou ficar doente e muda?
Enzo: – Não, mas a gente não vai ouvir a sua voz…

Enzo e Victor (Seu irmão mais velho):
Enzo: – Victor, como que se fala lâmina afiada em japonês?
Victor: – Tramontina.

Read Full Post »

images

Minha madrinha Cida tem uma amiga que se chama Giselda e que mora na Ilha da Madeira.

A Giselda chama os netos de “pulgas”, e a pulguinha das pérolas abaixo tem apenas 6 anos.

Segue então, para a alegria de vocês, os textos transcritos da Giselda. Boa diversão!

Giselda: Estava Pulga – a baixinha – no colo do avô a olhar o monitor do computador para o Google Earth a ver o mundo a rodar e, ao sintonizar a zona da Covilhã, pergunto-lhe se sabe quem vive ali naquele ponto.
Ignora-me e continua atenta ao monitor. É que nem olha para mim! Não me ouviu? Ó diacho! Volto à carga e, mais alto, lanço a pergunta ao ar, novamente.
”Sabes quem vive ali naquele ponto?” Nada. Não me liga nenhuma. Então, o avô, baixinho ao ouvido, ajuda-a dizendo: “a minha avó.”
E, assim que ouviu a resposta, diz em voz alta, desta feita, olhando para mim.
– A avó do avô!

E a saga continua…

5912890-little-girl-is-showing-her-mouth-through-a-magnifying-glass-over-white

-Avó, o que é irreverente? – Pergunta a Pulga, a maiveilha, de nove anos.

Eu tento arranjar um adjectivo adequado. Enquanto penso e não penso, a baixinha, a de seis anos, como nem atava nem desatava nada da minha boca, diz:

-Avó, diz então o que é “reverente” que depois a gente entende o que é “irreverente”.

Read Full Post »

grandmother

Pérola da neta de uma conhecida:

A menina de 6 anos desenhou a avó.

-Vovó, você gostou? – ela perguntou.

-Sim, minha netinha… – respondeu a avó – Está muito bom.

Após pensar um pouco, a avó completou:

– Mas não precisava ter tantos colares no meu pescoço, minha netinha!

E a menina, mais do que rápida, sacou essa aqui:

– Não são colares, vovó! São as PREGAS DO SEU PESCOÇO!

=D

Read Full Post »

smile-09

Hoje vou colocar aqui algumas colaborações de frases recebidas nos últimos tempos.

Nada melhor que compartilhar sorrisos! =D

A primeira é da Renata Bernardi:

Malu (3a): Eu quero fugir! Eu vou fugiiiiiiir! Abre a portaaaa!
O avô explica: Não, Malu, a rua é muito perigosa!
Malu: Eu vou pela calçada!

=D

A segunda é da Lidi Andrade:

-Lucas, você sabe onde fica a Guatemala ?
-Sim.
-E onde fica?
-Lá longe.

=D

A terceira é da minha prima Carol Meyer e seu impagável filho Enzo, que está presente em vários posts e no livro “Palavra de Criança”:

– Enzo, por que você deixa o seu quarto tão bagunçado?
– Eu não deixo. Ele bagunça automaticamente.

=)

E pra terminar, outro dia meu primo Guilherme Meyer foi corrigir a filhota Bruna. Ela mandou um “Se eu VER fulana” e o pai logo corrigiu: Se eu VIR…

-Ah, pai, tanto faz.

-Tanto faz, não, Bruna! – Guilherme retrucou – Eu estou ensinando a você o que é certo!

-Eu disse tanto faz pra MIM, não tanto faz pra VOCÊ, pai!

KKKKKKKKKKKKKKKKK

E boa noite pra todos =)

Read Full Post »

IMG_20141019_183640822

Final de semana é convite para arrumar a casa. Arrumar a casa é convite para nostalgia.

Mexendo e remexendo nos baús e caixinhas, encontrei um joguinho de frases e desenhos que a turminha de 2o. período da Júlia, minha filha, produziu quando estudavam no Lúcia Casasanta, aqui em BH.

Fiquei emocionada quando, mais uma vez, todas aquelas frases ingênuas e deliciosas da infância encheram meu coração de alegria. Na verdade, são perguntas sobre situações do dia-a-dia, questionamentos dessas crianças que, desde cedo, se preocupam em agir com ética, respeitar o outro e valorizar a boa convivência… Nada mais adequado nesse momento, quando estamos tão próximos de eleger nosso próximo presidente (ou presidenta)…

São perguntas que, ao serem lançadas para a turminha, fazem os coleguinhas pensarem…

Simplesmente não resisti e decidi compartilhar algumas com vocês… Boa diversão! =D

– O que você faria se o colega ficasse “preso” no banheiro? (Lucca P)

É certo colocar o pé na frente do colega quando ele está passando? Por que? (João P)

O que você faria se decepcionasse um colega? (Bernardo)

O que você faria se quebrasse o jogo de xadrez do colega? (Alexandre G)

Como ajudar o colega que quebrou a perna? (Thais)

Quando o colega quer brincar e a gente não quer, o que podemos fazer para alegrá-lo? (Gianlucca)

O que você pode fazer se ao abrir a porta machucar o dedo do colega que estava no chão? (Marina)

– O que dizer ao colega quando pisamos no pé dele sem querer? (Júlia Reis)

– O que dizer a um colega que ficou chateado com você? (Gabriel)

Talvez essa última mesmo os adultos tenham dúvidas para responder…

Boa semana a todos!

Read Full Post »

dia_das_criancas

Oba! Hoje é dia delas, que nos fazem tão felizes! E logo ontem a Giselle, minha colega de trabalho, mandou 2 novas frases da Letícia, sua filha, que tem uma lógica toda especial, por isso compartilho com vocês:

Ao contar, Letícia diz DEZ e NOVE (19) e DEZ e DEZ (para o vinte)!

Ontem a Giselle disse que ia colocar as roupas para bater e Letícia logo a corrigiu: BATER não, né, mamãe??? LAVAR!!!

E viva todas as crianças desse mundão! Hoje peço principalmente por aquelas que precisam de carinho e suporte!

Read Full Post »





Olá pessoal,
Algumas pessoas tem me perguntado onde encontrar os meus livros.
Acho que o caminho mais fácil são as livrarias virtuais, ou mesmo os sites das duas editoras:
http://www.matrixeditora.com.br (Para o “Palavra de Criança” e o “Bagunçado ou Bem Guardado?”)
http://www.letrasbrasileiras.com.br (Para o “Menina de Três” e o “Se eu Fosse…)
Outro caminho é encomendá-los para mim, principalmente quem deseja que o livro vá com dedicatória (não deixa de ser um presente personalizado e especial…)
Nesse caso, é só me mandar um email que eu descrevo todos os passos, é fácil e prático, visto que sempre tenho exemplares comigo, ok?

Segue o e-mail: luizameyer@hotmail.com

O livro “Próxima Estação: Intercâmbio” foi meu primeiro, e é dedicado aos adolescentes que farão um programa “High School” no exterior. Através de e-mails a seus familiares, amigos e, claro, namorado, uma adolescente nos faz embarcar em sua experiência internacional com duração de 5 meses. Os pais dos intercambistas também curtem muito esse livro… Fica a dica!

Beijos!
Luiza 🙂

Read Full Post »

Older Posts »