Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Pérolas’

-bolo_aniversario 5

Ontem foi um dia feliz. O Colégio Sagrado Coração de Maria aqui de BH (turma do segundo período) me convidou para um bate-papo na escola durante a feira do livro. Tive o prazer de conversar com uma alegre turminha de “meninos e meninas de 5” sobre o meu livro “Menina de 3”. Eles fizeram um projeto literário baseado no meu livro, e estavam de prontidão para me fazerem mil perguntas com um microfone colorido que as professoras Dani e Fernanda fizeram.

-Quanto tempo demora pra fazer um livro? Qual o seu próximo livro? Você estudou muito para escrever esse livro? A Menina de Três é sua filha? Quem fez os desenhos do seu livro?

Ah, delícia… Como é bom ter esse contato com as crianças. O parte dura foi ouvir de um aluninho, que ao ver minha foto na página final do livro,soltou essa pérola:

-Luiza, você ERA muito bonita!

=D

 

 

Read Full Post »

Arrumar a casa tem sempre seu lado bom, o de encontrar objetos perdidos, ou preciosidades como uma “coleção de pérolas” de coleguinhas da Juju, frases de 2011, que guardei e acabei não publicando neste blog!

Na ocasião, fui convidada para conversar com a Juju e seus coleguinhas sobre meus livros infantis (Se eu Fosse…, Bagunçado ou Bem Guardado? e Menina de Três). Pedi aos pais da criançada que me enviasse, naquele dia, frases engraçadinhas de seus filhos para que fossem publicadas no meu blog….

É isso aí, 4 anos depois, literalmente do “fundo do baú”, seguem algumas delas. Depois publico mais!

  • Quando Luísa Pessoa Rosa era bem pequena (mais ou menos 2 anos), ela adorava a cor vermelha. Tudo da Luísa era vermelho: roupas, arco de cabelo (tiara), bonecas… Se os pais falassem com ela que o nome dela era Luísa Rosa, ela logo reclamava: Não é não!!!! É Luísa “memelha”!!! (vermelha)
  • Quando Ivan Serva Lara tinha 3 anos, ele estava com a vó e queria mexer em alguma coisa. O problema foi que a avó não deixou, e logo Ivan protestou: Eu vou “compá” outra vó lá no “pomecado” (supermercado) e vou pagar com cartão de “inquédito” do papai!
  • Essa foi do Vinicius Miranda, lá pelos seus 4 anos. Seu irmão mais velho ia para a escola de transporte escolar, e o motorista se chamada “Seu Altino” (Sr.Altino). Quando chegou a vez do Vinícius usar o mesmo transporte, passou a chamar o motorista de “Meu Altino”! =D
  • E essa do Arthur Cunha Campos Duarte? Ele tinha uns 3 anos na época. Depois que sua avó lhe explicou que a gente não faz somente o que gosta, o rapazinho replicou: “Eu só faço o que eu gosto, o que eu não gosto eu não faço! No Brasil não tem regra, regra só existe no Japão!”

Ai, senhor!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Read Full Post »

dia_das_criancas

Oba! Hoje é dia delas, que nos fazem tão felizes! E logo ontem a Giselle, minha colega de trabalho, mandou 2 novas frases da Letícia, sua filha, que tem uma lógica toda especial, por isso compartilho com vocês:

Ao contar, Letícia diz DEZ e NOVE (19) e DEZ e DEZ (para o vinte)!

Ontem a Giselle disse que ia colocar as roupas para bater e Letícia logo a corrigiu: BATER não, né, mamãe??? LAVAR!!!

E viva todas as crianças desse mundão! Hoje peço principalmente por aquelas que precisam de carinho e suporte!

Read Full Post »

Imagem

Acho que alguns leitores já estavam com saudades da Laura, como eu estava também!

Ainda bem que tive a sorte de passar o feriado com ela, e com isso recuperar algumas “pérolas” para esse blog. Um dia com a Laura é risada na certa. São tantas “tiradas” que é até difícil me lembrar, mas vou presentear vocês com quatro delas (ao menos são as que ficaram na memória). A foto foi tirada no clube, hoje, quando ela e Juju se esbaldaram. Cá entre nós, ser criança é MUITO BOM!

Pérola Número 1:

-Tia, quando eu cheguei na Bahia, eu fiquei tão empolgada, mas tão empolgada, que enfiei minha cabeça do lado de fora da janela, assim ó, pra fora do carro, sabe, quando fica ventando? Aí eu cuspi, tia, e o cuspe voltou na minha cara! =D

Pérola Número 2. Essa foi quando eu contei que minha casa nova não tinha elevador, e que ela teria que se preparar para subir as escadas.

-Tia, minha mãe tem uma amiga que mora no apartamento “duzentos e tanto”, imagina quantas escadas ela tem que subir!

Pérola Número 3:

No caminho para o clube, com um sol de rachar, vimos uma moça com um livro grande, aberto, sobre o rosto, obviamente para cobrir a luz solar, que estaria incomodando seus olhos.

-Tia, olha ali a moça andando com o livro! Só pra fingir que é inteligente!!!!!!!

Pérola Número 4:

Ao final do dia, trovejando, comento que o cachorrinho aqui de casa não se assusta com o barulho, pois nem latiu. Logo a Laura veio com essa:

-Tia, a minha cadela não gosta de barulho, ela assusta com o próprio PUM! Ela solta o pum, depois olha pra trás e sai correndo!!!!!!!!!!!

Ó DEUS MEU, DAI-ME MAIS FERIADOS! =)

Read Full Post »


Há mais ou menos 10 anos e 8 meses, nascia o Palavra de Criança.
Nessa época ele não era um blog, mas um caderno onde eu, pacientemente, anotava meu dia-a-dia de gravidez.
Quando Juju começou a crescer, as pérolas foram nascendo. “Tiradas” fofas, engraçadas, que me faziam rir, e às vezes pensar… Criança tem mesmo cada uma!

Depois veio o blog, para compartilhar não só as pérolas da Juju, mas de outras crianças que conheço pessoalmente ou virtualmente. E assim, o Palavra de Criança foi ganhando recheio e ficando cada vez mais gostoso.

Mas gostoso mesmo é ser criança! Por isso, Juju, nesse seu aniversário de 10 anos, o que peço para você é saúde e disposição, para levar a vida sem perder essa criança linda que está dentro de você.

Te amo!!!!!!!!!!!!
Sua mamãe

Read Full Post »

Acordei às 6 e meia com dor de cabeça. Bom, vamos ser francas, acordei com a cabeça explodindo!
-Mãe – diz Juju – Passei no seu quarto de noitão e você tava roncando, aí eu te cobri e apaguei a luz do abajour…
“Putz!”- pensei – Agora é minha filha que cuida de mim quando estou doente? E esqueci a luz do abajour acesa? E estava RONCANDO? Bem, só pode ser cansaço acumulado…

Lá vou eu arrastando os pés para a cozinha, na tentativa de fazer um café e ver se a danada da enxaqueca melhora…
-Mãe…
-O quê, Juju?
-Eu sei de um jeito pra curar dor de cabeça. Mas não é desses jeitos populares, não! É um jeito só meu, que eu inventei!
-Ah, é? Então me ensina…
-É assim: você simplesmente ESQUECE que está com dor. É assim, pensa forte e esquece… Na hora que você se lembrar, ela já vai ter desaparecido, entendeu?
-Bom, Juju, eu entendi, só que a dor está forte e…
-Que DOR? ESQUECE, mãe!!!!!!!!!!!!

Bom, não posso negar que a dor melhorou, TALVEZ porque os remédios tenham ajudado hehehe…

E para alegrar meu dia, seguem duas pérolas que a fiel leitora Lidiane me mandou…

Ela comprou Mucilon no mercado (porque queria variar no sabor do mingau). Quando fez o mingau de manhã, o Lucas, filho dela, detestou.
-Mamãe, por favor, quando você for no mercado de novo, nem compra mais desse aí, só dos outros de frutas naturais, tá????
Traduzindo o “frutas naturais”=> Cremogema de baunilha, morango e chocolate… 🙂

O mesmo Lucas, ouvindo fogos da abertura da Quermesse da igreja perto da casa dele:
-Eu não aguento mais esse povo! É fogo pra tudo, se tem missa, se tem festa, se tem futebol, eu tô cheio dessa barulhada toda, vou falar com o padre amanhã mesmo!!!!!!!!!

E a última é da Ana Clara (8), filha do meu colega de faculdade Antônio…

Ao ver a reportagem sobre o vulcão no Chile, ela solta a seguinte frase: “o vulcão é uma montanha cheia de LARVA”…

Puxa, fiquei imaginando as larvas flutuando pelo céu enquanto eu voava, na semana passada, em direção a Montevideo rs…

Read Full Post »

Tô de férias na praia.
Adoro férias. É o melhor período do ano para recolher pérolas!!!
Vou fazer uma coleção delas nessa semana e depois coloco para vocês…

Só para dar um gostinho, quando estávamos vindo para o hotel, na van da operadora turística, um pai todo paciente explicava ao filho Lucas, de 4 anos, o que era aquilo que o garoto via pela primeira vez.
-Olha lá, filho… Isso é o mar, tá vendo? As ondas, olha lá que bonito…
E o menino, de olhinhos fixos na praia, saca a seguinte pergunta:
-E cadê a cama?

Hoje recebi duas pérolas divertidíssimas da Lidiane, que sempre passeia aqui pelo blog, e que vou dividir com vocês para rirem um pouquinho:

Essa é bem fresquinha (de hoje). Lucas, em plena Av. Salim Farah Maluf:
-Mamãe, nós vamos passar por algum viaduto?
-Não, acho que hoje, não…
-Por que só existe viaduto e nenhum ‘viacriança’?”

Essa é de ontem à noite, quando Lidiane foi ao quarto do filho:
-Já dormiu, Lucas? – a mãe perguntou bem baixinho, e logo ouviu a resposta:
-Sim, é que algumas vezes eu prefiro dormir de olho aberto!

🙂

Read Full Post »

Older Posts »