Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Menina de Três’

camaraoAh, essa Betina… Menina esperta, feliz, do alto dos seus quatro anos de idade. Esse período dos 3 aos 5 anos é, para mim, o mais rico em pérolas produzidas pelas crianças. Quando Júlia, minha filha, completou seus três aninhos, uma inspiração súbita tomou conta de mim. Era como se o universo pedisse para que eu colocasse em palavras o que eu sentia ao interagir com minha filhota. Era realmente incrível.

Na minha opinião, três anos é a idade mais fofa, deliciosa e gostosinha do universo. É quando os pimpolhos começam a soltar aquelas frases que anotamos e que nos fazem lacrimejar quando separamos um tempinho para lê-las anos depois. Seja de emoção, seja das gargalhadas mesmo. Ou das duas coisas.

Pois a mãe da Betina caprichou na refeição. Fez um prato lindo, maravilhoso, daqueles de encher os olhos, cheio dos mais belos camarões.

Pois a menina Betina olhou, olhou, e o comentário simplesmente escapoliu da sua boquinha de Menina de Quatro:

Olha! Um almoço com “piupiu” de menino! =D

Anúncios

Read Full Post »

Cristiano_RonaldoNeste mês de julho visitamos Portugal com a família, e Ayla foi conosco. Para quem não conhece, Ayla é minha sobrinha de 3 anos, uma peça rara e fofa que nos divertiu – e muito – durante a viagem.

Em nossas andanças, ganhamos várias máscaras de papel com o rosto do Cristiano Ronaldo, uma jogada de marketing de uma loja de esportes portuguesa. Claro, a Copa do Mundo mal tinha acabado, o clima de futebol imperava nas ruas, e Ayla ficou apaixonada pela tal da máscara.

Foi ótimo termos várias, pois uma era rasgada, a outra amolecia de baba, e assim íamos substituindo as máscaras, até que um dia ela solta a pérola. O tema da festa de 3 anos? Que Discovery Kids, que nada. O tema dela seria “Cristiano Ronaldo”!

Infelizmente Ayla mudou de ideia uns dias após chegar ao Brasil. De Cristiano Ronaldo, passou para “bailarina”. Tudo bem, vai. Mas confesso que estava LOUCA para presenciar a tal da comemoração com o tema do célebre atacante de Portugal.

Mas a bailarina também rendeu pérolas. Não se esqueçam que minha sobrinha tem 3 anos, e a fábrica de frases fofas e engraçadinhas atinge o ápice nessa idade.

Pois bem, não é que a danada, após perceber a professora arrumando o cabelinho das colegas antes da aula de balé, logo pediu à mãe: acho que você tem que comprar um coque pra mim!

Tadinha, o cabelo dela ainda é curtinho rsrsrsrs

Mas é muito linda. Te amo, Ayla!

Read Full Post »

Queridos leitores,

Nessa semana que antecedeu o carnaval, tive o prazer de participar da semana literária na escola infantil “Trilha da Criança”, localizada no Bairro Anchieta, aqui em BH.

Tenho muito carinho pela “Trilha”, já participei desse evento algumas vezes, quando tenho a oportunidade de entrar em contato direto com meu público (ou seja, os “pequerruchos”), trocar ideias com os pequenos e, é claro, colecionar mais um bocadinho de pérolas!

E lá fui eu conversar sobre os meus livros, que depois ficaram expostos para venda e “autógrafo” da autora (rs) no campinho da escola.

-Luiza, de onde surgiu a idéia de escrever esse livro?
-Luiza, escritor ganha dinheiro?
-Luiza, por que você não ilustrou seus livros?
-Luiza, quantos anos tem sua filha? (Eles ficam curiosíssimos ao ver a foto da minha filha Juju na última folha do livro “Menina de Três”, que escrevi quando Juju tinha 3 anos).

Então compartilho com vocês algumas pérolas desse encontro…

Estava eu conversando sobre o livro “Bagunçado ou Bem Guardado”, que é o preferido das crianças de lá, e resolvi perguntar quem da turminha era bagunceiro, até que um garotinho de 7 anos me explicou:

-Os pais acham que a gente tá fazendo bagunça no quarto, mas não é isso… A gente tá é criando cenários para as brincadeiras! =D

Teve outro garotinho, de 5 anos (uma fofura de olhos claros) que me contou que nasceu na Dinamarca (onde tem neve) e que passou as últimas férias por lá.

-Eu passei as férias em 3 lugares, Luiza! Na Dinamarca, em “Conceição”, e na roça da minha avó!
-Ah, é? – perguntei – E de qual deles você gostou mais?
-Da roça da minha avó!!! Lá tem cachorro!!! =D

Rimos muito do garotinho e, no fundo do meu coração, achei lindo, pois criança é assim mesmo: uma simplicidade sem tamanho, e nós, adultos, somos os bobos que reforçam a ideia de que tudo tem que ser MEGA, grande e importante!

Para complementar nossas risadas, a professora me contou que já teve um aluno que só passava as férias na França, porque o pai era de lá. Até que um dia, o menino a procurou para desabafar:

-Eu não queria ter um pai que nasceu na França, eu não quero ir para lá toda hora, eu gosto mesmo é de Guarapari! =D

E aproveitando o assunto “praia”, estava eu conversando com a linda Mariah, aluninha da Trilha, quando a mãe me contou uma pérola da filhota durante as férias:

Ao observar o mar por um tempo, Mariah pediu:
-Mãeee!!!! Desliga esse “branquinho”!!!!

O “branquinho nada mais era do que as ondas se quebrando constantemente nas areias da praia… =D

Read Full Post »

Juju (9) agora está maravilhada com o cabelo.
Foram necessários 9 anos para que ela, enfim, realizasse o sonho de ter um cabelão.
Quando lancei meu primeiro livro, o “Menina de três” (Editora Letras Brasileiras), eu contei sobre vários de seus sonhos de 3 anos. Um deles era ter o cabelo looooooongo até o chão.

-Mãe, sabe qual é o meu maior pesadelo? – ela me pergunta hoje em dia.
-Não, Juju, qual?
-Cortarem o meu cabelo!

Pois é, a síndrome de Sansão pegou a Juju. Ela agora acha que todo o seu charme, poder e feminilidade residem no cabelão que ela simplesmente não para de escovar…

-Mãe… – ela me chamou ontem, quando estava quase dormindo.
-Quê, Juju?
-Fala sério, você não acha que o meu cabelo é um dos mais compridos e dos mais “preservados” da escola?

É isso aí, lá vai minha filha inventar um novo significado para ‘preservado’… Será que ela fez escova progressiva com formol e eu não estou sabendo?

Falando em cabelo, olha essa ‘pérola’ do Arthur (5):
-Mãe, quero ver sua trança..
-Que trança, filho??? – pergunta a mãe sem entender nada, até porque estava de cabelo solto.
-A trança que vc ganhou quando casou..
-Mas filho, que trança é essa, a mamãe não casou de trança!
-Essa, mãe!!!!! (e aponta com o dedinho para a ALIANÇA!!!!)

Mas não são só novos significados para velhas palavras que as crianças inventam… Mais legal é INVENTAR palavras, não é não?

Olha só outra “pérola” do mesmo Arthur:

-Mãe.. sabe a Ana Julia?? A Ana Julia Faria?? Então.. Ela foi no “podológico”!
-No zoológico, né, filho??
-Não, mãe… No “podológico”, onde não tem bicho…
-Ahhhaaammm… (isso é o barulho da ficha da mãe caindo!). Foi no PARQUE ECOLÓGICO!!!! (Lóoogico!!!!)

Read Full Post »

Oi pessoal,
Acabo de criar uma ‘lojinha’ no meu blog VIAJAR VICIA…
É um canal para encontrar todos os meus livros em um lugar só, e pagar em cartão de crédito ao invés de depósito bancário.
Fica aqui a dica.
O link é http://viajarvicia.blogspot.com/p/loja.html

Beijos!

Read Full Post »





Olá pessoal,
Algumas pessoas tem me perguntado onde encontrar os meus livros.
Acho que o caminho mais fácil são as livrarias virtuais, ou mesmo os sites das duas editoras:
http://www.matrixeditora.com.br (Para o “Palavra de Criança” e o “Bagunçado ou Bem Guardado?”)
http://www.letrasbrasileiras.com.br (Para o “Menina de Três” e o “Se eu Fosse…)
Outro caminho é encomendá-los para mim, principalmente quem deseja que o livro vá com dedicatória (não deixa de ser um presente personalizado e especial…)
Nesse caso, é só me mandar um email que eu descrevo todos os passos, é fácil e prático, visto que sempre tenho exemplares comigo, ok?

Segue o e-mail: luizameyer@hotmail.com

O livro “Próxima Estação: Intercâmbio” foi meu primeiro, e é dedicado aos adolescentes que farão um programa “High School” no exterior. Através de e-mails a seus familiares, amigos e, claro, namorado, uma adolescente nos faz embarcar em sua experiência internacional com duração de 5 meses. Os pais dos intercambistas também curtem muito esse livro… Fica a dica!

Beijos!
Luiza 🙂

Read Full Post »